Postado em: 30/10/2017

Bombeiros Voluntários integram projeto de prevenção a acidentes em rios e lagos

O bombeiro e socorrista Cleber Conte alerta sobre os cuidados nos banhos de rios (Foto Rogerio da Silva/Secom/Divulgação)

Com a chegada do verão aumenta a preocupação com os riscos de afogamentos nos rios e lagos em Joinville. Para prevenir os acidentes, Defesa Civil de Joinville e Bombeiros Voluntários põem em prática as ações do Projeto Piava - Prevenção a Incidentes de Afogamentos no Verão em Água Doce. No verão passado (2016/2017) o Corpo de Bombeiros de Joinville registrou três mortes por afogamentos em rios. Todos eram adultos.

Durante o mês de outubro e novembro 20 escolas da rede municipal são visitadas para palestras que orientam sobre os cuidados ao utilizar os rios da região. Os mais procurados são o Quiriri, Cubatão, Piraí, Rio da Prata e Rio Bonito. Em paralelo, também é trabalhada a questão ambiental com a conscientização sobre poluição nos locais de banho e preservação da natureza.

Depois das palestras nas escolas, o projeto se estende para os rios, pontos de banho que foram mapeados pela Defesa Civil e onde são feitas as blitze educativas nos domingos (alternadamente) de dezembro a março, quando são passadas orientações aos banhistas que se encontram no local.

Orientações

“Nas palestras, passamos informações sobre o trabalho da Defesa Civil e também procuramos destacar os cuidados para se evitar afogamentos”, diz Márnio Luiz Pereira, gerente de Proteção e Defesa Civil da Secretaria de Proteção Civil e Segurança Pública.

Na parte final da palestra, o bombeiro e socorrista Cléber Conte repassa às crianças dicas de como se comportar para evitar riscos de acidentes. “Água no umbigo é sinal de perigo”, enfatiza. Ele destaca que a criança é um facilitador para se chegar até a pessoa adulta.

Conte também orienta sobre recursos de socorro que podem ser usados em caso de acidentes na água, como fazer uma “corda” com peças de roupas e toalhas; usar garrafa PET vazia ou mesmo bolas de futebol e vôlei para flutuar; o uso de bambu e galhos de árvores para alcançar alguém que está na água.

Sobre o Piava

O Projeto Piava existe desde 2004, por meio da Defesa Civil/Nudec. Ele é realizado por voluntários que sempre auxiliam o órgão em suas ações. Esses voluntários formam o Núcleo de Defesa Civil (Nudec), responsável pela organização e apresentação das palestras.

Cuidados ao se banhar em rios

- escolher um lugar seguro;

- conhecer a profundidade do rio, observar a correnteza e verificar a existência de obstáculos como troncos, pedras ou galhos;

- observar as condições climáticas e eventos naturais como enxurradas;

- evitar mergulhar ou observar atentamente o local (os incidentes mais sérios ocorrem em mergulhos).

- nunca entrar na água sem a supervisão de um adulto ou logo após uma refeição;

- usar colete salva-vidas;

(Fonte: Defesa Civil e Bombeiros Voluntários de Joinville)